Newsletter Indique
ÁREA DO CLIENTE

Login:

Senha:

Esqueci a senha
Novo área do cliente

VEJA O QUE MUDA NO SIMPLES NACIONAL EM 2018


 Novos limites de faturamento

A primeira mudança que merece menção se refere aos novos limites de faturamento para empresas do MEI e Microempreendedores Individuais. O teto de receita bruta durante um ano irá subir de R$ 3,6 milhões para R$ 4,8 milhões (pequenas empresas), de R$ 360 mil para R$ 480 mil (microempresas) e de R$ 60 mil para R$ 81 mil ao ano (MEI).
 
Alíquotas progressivas e redução das tabelas de enquadramento
A partir de 2018, as tabelas de enquadramento de atividades do Simples Nacional passarão a ser apenas 5: Comércio, Indústria e Serviços (três anexos, divididos conforme a modalidade dos serviços prestados).
Para cada anexo do Novo Simples Nacional, alíquotas progressivas serão aplicadas com um desconto fixo aplicado para cada faixa de faturamento.  
 

« Voltar

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

MOTIVOS PARA DECLARAR IMPOSTO DE RENDA...

MEI DÁ DIREITO A SALÁRIO-MATERNIDADE...

Receita aumenta fiscalização nas contas dos brasileiros e divide ...

STF suspende cobrança do diferencial de alíquota do ICMS...

DECLARAÇAO DE IMPOSTO DE RENDA PESSOA FISICA - 2016...

É verdade que a lei da licença maternidade de 10 meses foi aprov...

DECLARAÇÃO AMPLIA INFORMAÇÕES PARA CRUZAMENTO DE DADOS FISCAIS...

MEIs JÁ PODEM FAZER A DECLARAÇÃO ANUAL À RECEITA FEDERAL...

Operação Amigo Oculto: Fazenda De Santa Catarina...

ALERTA: FISCO IRÁ CRUZAR INFORMAÇÕES DE BANCOS COM O IMPOSTO DE R...