Newsletter Indique
ÁREA DO CLIENTE

Login:

Senha:

Esqueci a senha
Utilitários

VEJA O QUE MUDA NO SIMPLES NACIONAL EM 2018


 Novos limites de faturamento

A primeira mudança que merece menção se refere aos novos limites de faturamento para empresas do MEI e Microempreendedores Individuais. O teto de receita bruta durante um ano irá subir de R$ 3,6 milhões para R$ 4,8 milhões (pequenas empresas), de R$ 360 mil para R$ 480 mil (microempresas) e de R$ 60 mil para R$ 81 mil ao ano (MEI).
 
Alíquotas progressivas e redução das tabelas de enquadramento
A partir de 2018, as tabelas de enquadramento de atividades do Simples Nacional passarão a ser apenas 5: Comércio, Indústria e Serviços (três anexos, divididos conforme a modalidade dos serviços prestados).
Para cada anexo do Novo Simples Nacional, alíquotas progressivas serão aplicadas com um desconto fixo aplicado para cada faixa de faturamento.  
 

« Voltar

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Adicional a motociclistas entra em consulta pública...

Lei das Domésticas: penalização para empregadores começará em ago...

SUPERSIMPLES: AGORA VAI...

ADICIONAL A MOTOCICLISTAS SERÁ REGULAMENTADO PELO MTE...

DÍVIDAS DE ATÉ R$ 50 MIL COM GOVERNO AGORA RESULTAM EM NOME SUJO ...

eSocial - Era digital de obrigações fiscais é problema para micro...

Caged - Empresas terão de informar admissão imediatamente...

PRORROGADA A FISCALIZAÇÃO DA LEI DO IMPOSTO NA NOTA FISCAL...

LEI DO IMPOSTO NA NOTA FISCAL...

RECEITA PREPARA PENTE-FINO EM PEQUENAS COMPRAS EM SITES ESTRANGEI...