Newsletter Indique
ÁREA DO CLIENTE

Login:

Senha:

Esqueci a senha
Utilitários

VEJA O QUE MUDA NO SIMPLES NACIONAL EM 2018


 Novos limites de faturamento

A primeira mudança que merece menção se refere aos novos limites de faturamento para empresas do MEI e Microempreendedores Individuais. O teto de receita bruta durante um ano irá subir de R$ 3,6 milhões para R$ 4,8 milhões (pequenas empresas), de R$ 360 mil para R$ 480 mil (microempresas) e de R$ 60 mil para R$ 81 mil ao ano (MEI).
 
Alíquotas progressivas e redução das tabelas de enquadramento
A partir de 2018, as tabelas de enquadramento de atividades do Simples Nacional passarão a ser apenas 5: Comércio, Indústria e Serviços (três anexos, divididos conforme a modalidade dos serviços prestados).
Para cada anexo do Novo Simples Nacional, alíquotas progressivas serão aplicadas com um desconto fixo aplicado para cada faixa de faturamento.  
 

« Voltar

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

EMPRESAS QUE AINDA NÃO DETALHAM OS TRIBUTOS NA NOTA FISCAL PODERÃ...

7 CASOS QUE DISPENSAM PAGAR IR PELO LUCRO COM VENDA DE IMÓVEIS...

DISPENSADA A CERTIDÃO NEGATIVA DE DÉBITO PARA FECHAMENTO DE EMPRE...

ALERTA SOBRE CADASTRO DE OPERAÇÕES NA COAF...

Lei que traz benefícios aos motoboys está parada há três meses...

ESTABILIDADE PROVISÓRIA DA GESTANTE...

GOVERNO CRIA REDE DE PROTEÇÃO A MICRO E PEQUENAS EMPRESAS...

“SAÍDA” DO SIMPLES PODE TER MUDANÇA...

Novas cartilhas orientam empreendedores...

Governo eleva a R$788,06 projeção do salário mínimo para 2015...