Newsletter Indique
ÁREA DO CLIENTE

Login:

Senha:

Esqueci a senha
Novo área do cliente

COMO GERIR AS FINANÇAS DE PEQUENOS NEGÓCIOS


A gestão financeira é um dos pilares de uma empresa bem sucedida, pois o planejamento estratégico depende deste setor.

Fazer o controle financeiro de uma empresa não é uma tarefa simples, mas pode ser menos complicada se você seguir um planejamento adequado.

Conheça agora cinco dicas essenciais para a gestão financeira de um pequeno negócio.

Separe as despesas da empresa das despesas pessoais

A primeira coisa a se fazer ao ter um pequeno negócio é abrir uma conta bancária empresarial. Além de ter vantagens que vão além das possibilidades de uma conta corrente de pessoa física, você garante organização e controle do seu fluxo de caixa.

E como ficam os seus recebimentos? Pois bem, é preciso definir um pró-labore para você, ou seja, um salário. Sim, o dono da empresa também recebe um salário! Deixe a participação nos lucros para ser divida com os seus funcionários ao final de cada ano, ou ser reservada para eventuais investimentos ou despesas.

Contabilize tudo que entra e tudo que sai

O fluxo de caixa é o controle de entradas e saídas do seu pequeno negócio e deve ser tão detalhado quanto possível. Liste as despesas fixas como contas de água, luz, telefone, entre outras, e as despesas variáveis, ou seja, aquelas relacionadas ao produto ou serviço que você oferece, está diretamente ligada ao lucro do seu negócio.

Faça um controle de contas a receber, que são os pagamentos de seus clientes. Para as vendas a prazo, realize uma projeção dos recebimentos, especificando mês a mês o que você tem a receber.

Calcule o preço do seu produto corretamente

A formação do preço de venda é crucial para que você mantenha seu negócio sustentável ao longo do tempo. Preços abaixo do mercado podem fazer sua empresa perder a lucratividade e colocam em risco a credibilidade dos seus produtos, enquanto preços acima do mercado podem deixar os seus produtos estocados nas prateleiras, sem vendas.

Como estipular o preço

Para fazer a formação de preço correta, você tem basicamente três opções:

Formação de preço sobre lucro: nesta categoria você define qual é o custo de produção do seu produto, (adiciona-se os custos administrativos sobre ele também), e soma-se a margem de lucro desejada para o seu negócio.

Formação de preço de acordo com o mercado: aqui você pesquisa qual é o preço praticado pela sua concorrência e estabelece o preço do seu produto. É uma metodologia arriscada, pois pode ser que o seu custo de produção seja maior ou menor que o do concorrente, e você saia perdendo no mercado.

Formação de preço sobre valor percebido: esta opção consiste em estabelecer o preço do seu produto de acordo com o valor percebido pelo seu cliente. É preciso antes de mais nada, calcular os custos operacionais do produto e ter a percepção de quanto o seu cliente pagaria por aquele bem.

Busque o ponto de equilíbrio

O ponto de equilíbrio é o momento em que todas as suas despesas são cobertas pelas suas receitas, ou seja, sua empresa passa a ser sustentável, pagando sozinha tudo o que gasta. A partir deste momento, a medida que as suas receitas crescem, você passa a lucrar com o seu negócio.

Utilize uma ferramenta para controlar suas finanças

Ao invés de passar horas e horas analisando planilhas de controle financeiro, invista em uma ferramenta que automatize processos e dê relatórios valiosos de acompanhamento e performance financeira.

Um bom software de gestão financeira pode te ajudar nos seus principais controles e planejamentos, contribuindo para a tomada de decisão no seu negócio e otimizando o seu tempo.

Fonte: Revista Dedução

« Voltar

ÚLTIMOS ARTIGOS

5 TEMAS PARA TIRAR DO PAPEL E SE TORNAR UM EMPREENDEDOR DE ALTO I...

Cuidados com uso de redes sociais...

OS PERIGOS DE SE CONTRATAR UM FALSO CONTADOR...

MARKETING DIGITAL: CINCO ESTRATÉGIAS PARA AUMENTAR OS RESULTADOS ...

IRPF 2017| 10 DICAS PARA SAIR DAS GARRAS DO LEÃO...

SIMPLES NACIONAL – LOCAÇÃO DE BENS IMÓVEIS PRÓPRIOS...

MOTIVOS CAMPEÕES EM RECLAMAÇÕES TRABALHISTAS...

6 TÁTICAS INFALÍVEIS PARA FIDELIZAR CLIENTES...

TÉRMINO DO CONTRATO DE EXPERIÊNCIA...

COMO O LÍDER DEVE LIDAR COM A DEMISSÃO DO SEU MELHOR FUNCIONÁRIO?...