Newsletter Indique
ÁREA DO CLIENTE

Login:

Senha:

Esqueci a senha
Utilitários

17 respostas para suas principais dúvidas no momento de abrir um negócio



1. O que preciso fazer para abrir uma empresa?
O primeiro passo é elaborar um contrato social e combinar com os sócios como será a relação de vocês no futuro, definindo assuntos como entrada de novos sócios, saída, morte, entre outros. É importante chamar advogados e contadores para orientar sobre tributos e outras obrigações legais. Cumprir cuidadosamente todos os requisitos legais e tomar todas as precauções logo de início são a melhor forma de crescer e mostrar credibilidade a futuros sócios e investidores.

 

2. Qual é a melhor hora de contratar um contador?
Desde o início. Entre os benefícios estão contar com o histórico de todas as atividades e da evolução do negócio, todas as informações documentadas e organizadas, uma visão clara da situação patrimonial e manter em dia o recolhimento de tributos e obrigações trabalhistas. Um bom contador também pode contribuir com análises para aperfeiçoar a gestão do negócio.

 

3. Como um advogado pode ajudar nessa fase?
Logo no primeiro momento, o advogado pode ajudar na elaboração do contrato social. Além disso, será útil na elaboração de um acordo de acionistas (que regula a relação entre os sócios), além de fornecer consultoria tributária e assessoria nas relações trabalhistas.

 

4. O que devo planejar antes de pôr a empresa para funcionar?
Procure simular o faturamento possível durante o primeiro ano, projetando mês a mês. Esse exercício é importante para obter a visão mais realista possível do potencial do negócio. Da mesma forma, simule todos os custos fixos (que não dependem das receitas) e variáveis. Essas estimativas ajudarão a prever dois fatores essenciais: a necessidade de capital de giro e sua variação ao longo do tempo.

 

5. Devo registrar meus colaboradores?
Sempre! Nunca busque soluções alternativas e informais, mesmo que o colaborador esteja de acordo. Além de ferir a legalidade, você poderá ter grandes dores de cabeça judiciais no futuro e inibir a entrada de possíveis sócios e investidores.

 

6. Como montar uma boa equipe?
Busque pessoas iguais a você no que se refere a caráter e princípios, e diferentes em relação a competências e modo de ser. A diversidade de uma equipe traz benefícios às discussões estratégicas, ao entendimento de mercado e ao crescimento profissional. Procure pessoas que acreditam em você e no negócio. Crie um ambiente em que todos possam conhecer os desafios e participar das vitórias.

 

7. Como convencer as pessoas a trabalhar comigo?
Nada substitui a transparência e a autenticidade. Mostre seus planos, sonhos e objetivos e não tenha medo de expor a situação real de seu negócio. Há muita gente talentosa interessada em participar do crescimento de uma empresa, mais do que em simplesmente ter um emprego.

 

8. Preciso de um plano de negócios? Como elaborar?
Mais do que algo para apresentar a outras pessoas, o plano de negócios deve constituir um “plano de voo” para você aprimorar o entendimento do negócio, de seus desafios e suas estratégias. Comece descrevendo o objetivo, que mercado quer atingir, a concorrência, os riscos, os pontos fortes e fracos e as oportunidades. Inclua projeções de receitas e custos.

 

9. Como escolher um ponto comercial?
Não basta buscar imóveis em ruas movimentadas. Uma análise do perfil da população (comercial ou residencial) da região relacionada ao público que você quer atingir é fundamental. Definida a necessidade ou desejo a suprir, é preciso encontrar os clientes dispostos a pagar pela solução oferecida.

 

10. Quais cuidados devo tomar ao comprar um negócio já existente?
Vários. Quem entra numa sociedade ou compra 100% de um negócio passa a arcar com responsabilidades e eventuais passivos. Fazer uma análise de riscos é fundamental. Deve-se pesquisar se há ações trabalhistas, dívidas de qualquer natureza, impostos a recolher e práticas passadas que possam gerar passivos futuros.

 

11. Como montar a estrutura organizacional?
A estrutura deve ter o tamanho das necessidades atuais e antecipar algumas das próximas etapas de desenvolvimento. Comece com pessoas que atendam aos desafios do momento e ao mesmo tempo tenham condições de acompanhar o crescimento e formar equipes.

 

12. Como estabelecer formalmente as rotinas da empresa?
Anote tudo o que ocorre desde o primeiro dia de atividade. Quanto mais informações, maior a capacidade de prever necessidades futuras e com isso desenhar as rotinas que vão melhorar a qualidade dos processos. Informe aos colaboradores quais serão as rotinas e sempre reforce a necessidade de cumpri-las.

 

13. Como criar e pôr em prática uma política de qualidade?
Política de qualidade é sempre buscar fazer certo e melhor. É importante anotar tudo o que dá ou não dá certo. Colha opiniões de colaboradores e clientes e, com isso, preveja uma lista de atitudes que garantirão a qualidade dos negócios.

 

14. Como estabelecer os preços dos produtos?
Há duas variáveis para chegar a um preço ideal. Uma é calcular os custos de produção, considerando não apenas matéria-prima, mas gastos fixos, investimentos, ativo imobilizado (bens destinados a manutenção das atividades econômicas, como máquinas, imóveis, veículos etc.), entre outros. Depois, faça uma pesquisa dos preços de produtos equivalentes. Isso dará uma estimativa do preço possível para obter rentabilidade.

 

15. Como prospectar clientes?
Colha a maior quantidade possível de informações sobre os hábitos do público-alvo, suas necessidades e seus comportamentos. Com isso, crie um processo formal e disciplinado de ações de abordagem. Seja agressivo sem ser invasivo.

 

16. Como calcular um pró-labore justo para os sócios?
É importante separar o papel de sócio do papel de executivo. O sócio que atua como executivo deve receber um pró-labore no máximo em linha com o do mercado. Caso a empresa não tenha condições de pagar esse valor, a diferença poderá ser levada em conta no futuro para ajuste de participação entre sócios executivos e não executivos.

 

17. Como desenvolver um bom plano de bônus e sistema de avaliação?
Um bom plano de bônus deve premiar a participação do colaborador no desempenho do negócio. Durante a elaboração do orçamento, preveja o percentual do lucro a ser destinado aos bônus. Para avaliação de desempenho, crie critérios objetivos e tangíveis que levem em consideração o cumprimento de metas globais e dos departamentos, além das individuais.

 

Fonte: Revista PEGN

« Voltar

ÚLTIMOS ARTIGOS

5 TEMAS PARA TIRAR DO PAPEL E SE TORNAR UM EMPREENDEDOR DE ALTO I...

Cuidados com uso de redes sociais...

OS PERIGOS DE SE CONTRATAR UM FALSO CONTADOR...

MARKETING DIGITAL: CINCO ESTRATÉGIAS PARA AUMENTAR OS RESULTADOS ...

IRPF 2017| 10 DICAS PARA SAIR DAS GARRAS DO LEÃO...

SIMPLES NACIONAL – LOCAÇÃO DE BENS IMÓVEIS PRÓPRIOS...

MOTIVOS CAMPEÕES EM RECLAMAÇÕES TRABALHISTAS...

6 TÁTICAS INFALÍVEIS PARA FIDELIZAR CLIENTES...

TÉRMINO DO CONTRATO DE EXPERIÊNCIA...

COMO O LÍDER DEVE LIDAR COM A DEMISSÃO DO SEU MELHOR FUNCIONÁRIO?...